Dicas de Cenas

Fotografar Paisagens Noturna

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePin on Pinterest

Difícil de focar, difícil de medir a luz e na maior parte das vezes acabamos com fotos escuras, tremidas ou com um montão de ruído. Não desanime: fotografar à noite pode ser muito divertido de fazer e depois de aprender vai dar vontade de trocar o dia pela noite!

Registrar uma paisagem durante a noite sempre será um desafio, mas sabendo de algumas das técnicas abaixo será possível conseguir um resultado muito bom… basta praticar e testar!

Tripé sempre

Se você tiver uma mão bem firme para realizar uma paisagem com pouca luz, segurando a câmera na mão poderá ajudar, mas para a maioria das vezes para obter uma fotografia realmente nítida, o essencial é usar um tripé que manterá a câmera firme durante toda a exposição.

Controle remoto ou temporizador

Mesmo que a sua câmera esteja firme e forte em cima de um tripé, nada adiantará se durante o apertar do obturador, você movê-la um pouquinho, bem de levinho… A foto poderá ficar um pouco borrada, ainda que quase que imperceptível. O resultado poderá ser muito melhor se você utilizar um controle remoto para acionar o obturador, assim a câmera ficará com toda certeza imóvel. Dica: Não tem um controle remoto? Sem problema, você pode usar o timer (temporizador)! Componha a foto, regule a câmera e então programe para disparar em alguns segundos. Assim há tempo para você se distanciar do tripé e impedir que a câmera balance.

  • Aperture: ƒ/11
  • Credit: Daniel Bunduki
  • Camera: Canon EOS 70D
  • Taken: 2 Janeiro, 2015
  • Focal length: 24mm
  • ISO: 100
  • Keywords: Array
  • Shutter speed: 1/350s

Pequenas aberturas e foco infinito

Pensando em fotografar paisagens de modo geral, essa dica se aplica muito bem e especialmente em fotografias noturnas a pequena abertura dá um efeito muito bacana. Além da profundidade de campo aumentar, os pontos de luz na foto, devido à pequena abertura, poderão ficar muito bonitos dando a impressão de pequenas “estrelinhas”. Controlar o diafragma é controlar a quantidade de luz que a câmera irá captar e a profundidade de campo.

Diafragma

Controlando a velocidade do obturador

Controlar a velocidade do obturador ou o tempo de exposição tem duas funções principais: captar mais ou menos luz e captar imagens em movimento. Esse controlador de luz funciona da seguinte forma: quanto maior a velocidade do obturador maior será a capacidade da máquina de capturar movimentos, ao mesmo tempo, menor será a quantidade de luz que irá ser apreendida pela imagem. Dessa forma, para fotos noturnas, o ideal é diminuir a velocidade do obturador para captar mais luz ambiente e captar fotos com pouco movimento, para evitar que as imagens fiquem “borradas”.

  • Aperture: ƒ/5.6
  • Credit: Daniel Bunduki
  • Camera: Canon EOS 70D
  • Taken: 4 outubro, 2014
  • Focal length: 135mm
  • ISO: 200
  • Keywords: Array
  • Shutter speed: 1/180s

ISO baixo e longa exposição

Vamos pensar bem, se sua câmera está paradinha, não existe nenhum motivo para que essa exposição tenha que ser rápida. Pensando melhor, não há nenhum motivo para aumentarmos o ISO, então!


  • Aperture: ƒ/8
  • Credit: Daniel Bunduki
  • Camera: Canon EOS 70D
  • Taken: 2 Janeiro, 2015
  • Focal length: 135mm
  • ISO: 100
  • Keywords: Array
  • Shutter speed: 1/500s

Use o (subestimado) nivelador da sua câmera

É muito fácil fazer fotos noturnas tortas, pois temos menos referências. Nessa situação o ideal é usar o nivelador embutido da sua câmera para ter horizontes retinhos. Procure no seu manual: se sua câmera não possui nivelador, use o nivelador de bolha do tripé.

Liveview (LCD)

Use o liveview (tela LCD) da câmera e dê zoom para focar manualmente. Normalmente é mais fácil focar em pontos de luz do que em outras áreas. Eu não costumo confiar no foco automático nesses casos.

Por ultimo, mas não menos importante…

Nem pensar em usar configurações automáticas. Sou um grande defensor de “sistemas facilitadores”, que nos ajudam a se preocupar mais com o momento do que com a necessariamente das configurações, mas no caso da fotografia noturna, a sua câmera não é tão inteligente assim para saber o que você pretende registrar. O mais provável é que ela dispare o flash, aumente o ISO e acabe registrando um resultado que certamente não é o que você esperava.

Matérias Relacionadas: